“Teatro em Trânsito” reúne apresentações cênicas gratuitas em diferentes pontos de São Paulo

Segunda edição da Mostra faz circular atrações para toda a família em março e abril

"O Ensaio Invisível", com Coletivo de Teatro Off Off Broadway


Durante os finais de semana de março de 2022, os habitantes de diferentes zonas da cidade de São Paulo poderão assistir, gratuitamente, espetáculos de teatro voltados para toda a família. Fazer circular arte (e teatro) é a premissa do projeto “Teatro em Trânsito” idealizado pela CTI - Cia. Teatro da Investigação e que chega à sua segunda edição. A entrada é gratuita e os ingressos deverão ser retirados uma hora antes de cada sessão, nos locais das apresentações.

Serão 16 apresentações, em oito endereços da cidade, por oito coletivos parceiros. “Teatro em Trânsito” tem dois movimentos: a circulação dos trabalhos artísticos nas periferias da cidade de São Paulo e o intercâmbio entre grupos de teatro participantes, com sessões tanto na sede da CTI - Teatro Baile (na Vila Ré, zona leste) como nas sedes ou nos espaços escolhidos dos coletivos parceiros.

Fazem parte do evento os espetáculos adultos: Show do Pimpão, da Brava Companhia; O Ensaio Invisível, do Coletivo de Teatro Off Off Broadway; Mitos e Lendas Caiçara, da Cia. O Castelo das Artes; e Pirajussara: Vozes à margem, do Bando Trapos.

Mais dois espetáculos infanto-juvenis integram a programação: - Ladeira das Crianças – Teatro Funk, do grupo Rosas Periféricas e Menina Bonita do Laço de Fita em Ritmo de Palhaçaria, da Companhia de Teatro Flor do Asfalto, além de Compendiado Refinaria, com cenas de um novo trabalho da Refinaria Teatral e uma ação cênica sobre a atual pesquisa da Companhia de Teatro Heliópolis.

Os grupos escolhidos são parceiros, alguns de longa data - caso do Rosas Periféricas, da Refinaria Teatral e da Cia. de Teatro Flor do Asfalto que participaram da primeira edição da Mostra, que aconteceu em 2018. “Os outros são coletivos que estão na estrada, nas periferias de São Paulo, o que faz nossos caminhos se cruzarem. E temos um grupo de São Sebastião - Cia. O Castelo das artes, que traz a cultura tradicional caiçara - que conversa muito com o nosso Teatro-Baile”, diz Edu Brisa, um dos criadores do “Teatro em Trânsito”.

Circulando


Todos os trabalhos são apresentados tanto na sede da CTI, na Vila Ré (Zona Leste de São Paulo), quanto em lugares sugeridos pelos parceiros - como os espaços dos coletivos e em parceiros (caso do Centro Cultural Pombas Urbanas, na Cidade Tiradentes, que receberá duas apresentações).

O transporte dos grupos será realizado pela SARAVAN (como é chamada a van da CTI). No deslocamento para o espaço das apresentações a SARAVAN vira SARAWEB (uma entrevista online, transmitida pelo Instagram da CTI - @teatrobaile), como forma de difusão e dar ainda mais visibilidade aos trabalhos. Posteriormente essas conversas farão parte do documentário sobre o projeto.

A Mostra “Teatro em Trânsito” faz parte do “Teatro-Baile, uma poética em construção, o caminho se faz caminhando'' como forma de difundir e democratizar o acesso à cultura. Os grupos parceiros se apresentam em bairros diferentes de suas sedes, servindo como troca entre esses grupos. “A expectativa é que essa mostra possa ser de fato uma abertura para as atividades presenciais para a CTI, sua sede na vila Ré e possa estimular o intercâmbio entre os coletivos teatrais na cidade de São Paulo”, conta Edu.

Este projeto foi realizado com apoio do Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo - Secretaria Municipal de Cultura.



II MOSTRA "TEATRO EM TRÂNSITO"

Gratuito

Retirada de ingressos uma hora antes de cada sessão, nos locais de apresentação



Show do Pimpão, com Brava Companhia

Duração: 55 minutos | Classificação: 12 anos


Dia 12 de Março, às 16h

Sede CTI - Teatro-baile: Rua Oti, 212 - Vila Ré


Dia 13 de Março, às 11h

Centro Cultural Arte em Construção: Av. dos Metalúrgicos, 2100 - Cidade Tiradentes


Direção e Dramaturgia: Ademir de Almeida

Direção Musical: Joel Carozz

Elenco: Fábio Resende, Max Raimundo e Márcio Rodrigues


Sinopse: Numa localidade qualquer da periferia do capitalismo, três miseráveis artistas se juntam para tentar arrecadar algum numerário que lhes garanta a refeição do dia.



O Ensaio Invisível, com Coletivo de Teatro Off Off Broadway (exibição e bate-papo)

Duração: 35 minutos | Classificação: 18 anos


Dia 19 de Março, às 20h

Sede CTI - Teatro-baile: Rua Oti, 212 - Vila Ré


Dia 20 de Março, ás 16h

Sede Rosas Periféricas: Rua Redução de Guarambaré 39 - Jd.Vera Cruz


Direção e Dramaturgia: Samanta Precioso

Direção Musical: Gustavo Sarzi

Atores: Morgana Sales, Fábio Teixeira, Carla Zanini, Fernanda Faria, Josias Fabian e Guigo Ribeiro

Direção de Movimento: Felipe Cirilo

Voz: Mila Valle

Produção Executiva: Lia Levin

Vídeo e Arte Gráfica: Natasha Precioso e Bianca Fina

Direção de Arte: Hobjeto


Sinopse: Num futuro distópico marcado por um acidente de natureza propositalmente não identificada, após um processo de caos, colapsos e rupturas, um grupo de pessoas encontra-se clandestinamente. Os integrantes propõem-se a correr este risco em nome do que sentem e do significado que estes encontros passam a ter em suas vidas. O espectador pode apenas assistir ou pode participar ativamente deste experimento cênico online influindo na história e imaginando com os outros integrantes um futuro onde o toque, o afeto, a ficção e a presença física sejam apenas um sonho coletivo.



Mitos e Lendas Caiçara, com a Cia. O Castelo das Artes

Duração: 60 minutos | Classificação indicativa: livre


Dia 26 de Março, às 20h

Sede CTI - Teatro-baile: Rua Oti, 212 - Vila Ré


Dia 27 de Março, às 11h

Centro Cultural Arte em Construção: Av. dos Metalúrgicos, 2100 - Cidade Tiradentes


Dramaturgia e Direção teatral: Henrique Cardim

Elenco: Henrique Cardim, Jessyca Biazini, Mário Farias e André Nunes


Sinopse: O espetáculo mostra a simplicidade dos modos de viver, falas e costumes. Também são usados sotaques e expressões antigas dos povos caiçaras que se perderam com o tempo. De forma lúdica e divertida, a Cia. O Castelo das Artes traz histórias contadas por caiçaras, passadas de pais para filhos, registradas em livros, e que não podem cair no esquecimento. “Mitos e Lendas Caiçara” traz a cultura tradicional aos palcos para valorizar o saber popular e a oralidade típica da região a beira mar. A Cia. O Castelo das Artes reúne as mais conhecidas lendas e mitos da cidade de São Sebastião, entre elas, A Lenda do Amor, A Lenda do Boi que Falou, O Dia que o Santo Pecou, como também contos de lobisomem, de escravos, de pescador, entre outros.



Pirajussara: Vozes à margem, com Bando Trapos

Duração: 75 minutos | Classificação: livre


Dia 02 de Abril, às 20h

Sede CTI - Teatro-baile: Rua Oti, 212 - Vila Ré


Dia 07 de Abril, ás 20h

Casa de Teatro - Maria José de Carvalho: Rua Silva Bueno, 1533, Ipiranga


Orientação dramatúrgica: Rudinei Borges

Direção: Cleydson Catarina

Assistência de direção: Eduarda Alves

Elenco: Daniel Trevo, Dêssa Souza, Deco Morais, Joka Andrade, Stefany Veloso, Welton Silva


Sinopse: Pirajussara: Vozes à margem apresenta releituras de histórias de moradores da região de Campo Limpo e Taboão da Serra em fragmentos criados pelos atores do Bando Trapos - cada qual utilizando seu repertório - em período de afastamento social. As histórias, ora encenadas por bonecos, ora com música e movimento dos atores e atrizes, vão sendo entrelaçadas por aparições de Pirajussara, uma mulher-cabocla-rio que caminha cortando a divisa de cidades trazendo para essas narrativas o seu olhar de natureza.



Ação cênica sobre a atual pesquisa do grupo sobre o Cárcere, com Companhia de Teatro Heliópolis

Duração: 30 minutos | Classificação: 12 anos


Dia 14 de Abril, às 20h

Sede CTI - Teatro-baile: Rua Oti, 212 - Vila Ré


Dia 19 de Abril, às 20h

Trapos Espaço Cultural CITA: Rua Aroldo de Azevedo, 20 - Campo Limpo


Direção: Miguel Rocha

Texto: Dione Carlos

Elenco: Dalma Régia, Davi Guimarães e Walmir Bess


Sinopse: O grupo fará uma ação cênica com apresentação de cenas sobre o tema da atual pesquisa do grupo “Cárcere- Aprisionamento em Massa e seus Desdobramentos”.



Menina Bonita do Laço de Fita em Ritmo de Palhaçaria, com Companhia de Teatro Flor do Asfalto

Duração: 60 minutos | Classificação: livre


Dia 16 de Abril, às 20h

Sede CTI - Teatro-baile: Rua Oti, 212 - Vila Ré


Dia 17 de Abril, às 16h

Refinaria: R. João de Laet, 1507 - Vila Aurora


Adaptação do Texto e Direção: Wagner Gama


Sinopse: O conto “Menina Bonita do Laço de Fita”, escrito por Ana Maria Machado, fala sobre a relação de admiração entre um coelho branco e uma menina negra. Nessa livre adaptação criada pela Cia Flor do Asfalto, três palhaços buscam uma forma de ganhar dinheiro. Eles encontram o livro de Ana Maria Machado e decidem contar a história ao público. Entre trapalhadas, tombos, risadas e, principalmente, muito bom humor, falam sobre racismo estrutural e ancestralidade, temas relevantes e atuais, importantíssimos para a desconstrução do preconceito e para a construção da auto estima da criança negra.



Compendiado Refinaria, com Refinaria Teatral

Duração: 30 minutos | Classificação: 14 anos


Dia 23 de Abril, às 20h

Sede CTI - Teatro-baile: Rua Oti, 212 - Vila Ré


Dia 24 de Abril, às 16h

Reação Arte e Cultura: Rua Giácomo Quirino 76 - Conjunto José Bonifácio


Direção e encenação: Daniel Alves Brasil

Atuação: Ana Szcypula


Sinopse: Quatro encenações, quatro obras, quatro personagens, uma mesma atriz. Compendiado Refinaria constitui a apresentação de uma cena da obra "Yeong-Gam", uma de "Meid In Brazilian", uma de "Porque as mulheres choram" e uma de "Espelho".