Solo de Rogério Bandeira reestreia presencialmente e digitalmente no Teatro Sérgio Cardoso

"Hamlet: 16 x 8" o foi indicada pela APCA como uma das melhores peças do ano e melhor atuação


Foto: Pio Figueiroa


O espetáculo Hamlet: 16 x 8, interpretado por Rogério Bandeira, com direção de Marco Antônio Rodrigues, faz temporada presencial e digital no Teatro Sérgio Cardoso, equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerido pela Amigos da Arte. A obra cênica foi concebida a partir de trechos da memória e da experiência relatada pelo diretor e dramaturgo Augusto Boal no livro “Hamlet e o Filho do Padeiro: Memórias Imaginadas”.

A programação faz parte da iniciativa Teatro Sérgio Cardoso Digital, que oferece ao público a opção de assistir aos espetáculos de casa a partir de gravações realizadas no próprio espaço. Iniciada em 2021, a proposta se expande em 2022, com a exibição de mais espetáculos e de linguagens artísticas que dialogam com essa nova realidade no setor cultural.

No palco, o escritor e encenador é personagem e figura quase mítica. A cena vai peneirando os achados, os ditos e os quereres de Boal representando toda uma geração do teatro brasileiro refundada no Teatro de Arena. “Boal sempre sonhou, sem fazer o Hamlet no pequeno palco do Arena. Talvez porque duvidar dê sentido a um eterno caminho. Por isso, menos como homenagem, mais como procedimento, este artefato cênico na forma de monólogo dialogado assim se autobatiza”, diz Marco Antonio.

Os ecos vão ganhando materialidade - tempos, geografias e subjetividades são presenças que invadem o imaginário contemporâneo, brasilidades sublinhadas. “Boal é nossa inspiração. Estão em cena através da figura do Rogério Bandeira, inspirações vindas da “teoria” e da “prática” dele, Augusto. A teoria no caso é a memória Hamlet e o filho do Padeiro, que passeia com graça e talento pela vida e obra do Boal em depoimento pessoal e coloquial, sua autobiografia. A prática é o dito e feito no show Opinião: a esfera privada, familiar e hamletiana do ator em tensão dialética com a atuação pública. Boal e Bandeira são intérpretes e personagens ``, reitera Marco Antônio.


Foto: Pio Figueiroa


“Meu contato com o livro, após participar com a Cia. do Latão de seu lançamento pela editora Cosac Naify, fez com que eu mergulhasse por outras vias na literatura de Augusto Boal, que não a pedagógica ou dramatúrgica. Dessa vez, me deliciei com a forma distanciada e poética em que o autor aborda sua vida: família, palcos, professores, ditadura, exílio, medos, mas principalmente, o experimento revolucionário em sua passagem pelo Teatro de Arena”, declara Bandeira.

Um capítulo em especial chamou a atenção do ator, pela ousadia e virada conceitual na trajetória artística de Boal, quando o Arena parte em excursão para o nordeste, como diz o autor: “ (...) Na infatigável busca do povo autêntico: ali, sim estaria o Brasil verdadeiro”.

“No interior de Pernambuco, Boal com sua pesquisa de campo, entra em uma igreja e se impressiona com a homilia de seu líder, cujo o apelido era Padre Batalha, que se unia a um quadro político efervescente. A figura do padre impressiona por sua sabedoria observadora, solidária e religiosa. Existe nela a contradição do amor indignado, empático, porém ríspido em seus diálogos e até violento, nada ingênuo. Uma personagem sedutora com amplo material para pesquisa de qualquer ator”, completa Rogério.


HAMLET: 16X8

Temporada: De 28 de Janeiro a 20 de Fevereiro

Horário:

Presencial: Sextas, Sábados e Domingos, às 19h

Digital: Sábados, às 19h

Local:

Presencial: Teatro Sérgio Cardoso – Rua Rui Barbosa, 153 - Bela Vista

Digital: Transmissão pela Sympla Streaming

Ingressos:

Presencial: R$ 20 (inteira) | R$ 10 (meia entrada) | Compre aqui

Digital: R$ 15, R$ 10 e R$ 5 (contribuição social) | Compre aqui

Duração: 90 min

Classificação: 14 anos


Atenção à diferenciação entre os ingressos para a temporada presencial e a digital. A sala de transmissão digital abre com 15 minutos de antecedência. É recomendável acessá-la antes do horário de início da apresentação.