Resgate de uma memória pessoal e antropológica, Sandra Corveloni estreia online "Olhos de Recomeço"

O objetivo é levar para a cena toda a riqueza daquele local histórico junto com essa personagem mulher

Foto: Ronaldo Gutierrez


Os escombros de uma casa, situada no terreno da antiga fábrica de cimento do bairro de Perus, situado na periferia da cidade de São Paulo, é o palco onde a dramaturgia de Bárbara Queiroz começa. Olhos de Recomeço é um [cine teatro documental] , dirigido e interpretado por Sandra Corveloni, que faz temporada online pelo Youtube, com ingressos disponíveis pelo Sympla.


O espetáculo nasce do desejo de resgatar as memórias de um lugar que foi berço da mistura de trabalhadores de várias partes do mundo, que estavam em busca de melhores condições de vida e oportunidades - e onde Sandra, diretora artística, passou grande parte da infância e juventude.


Sinopse

É primeiro de janeiro. Uma mesa posta carregada de lembranças de um passado cheio de acontecimentos, de uma vida que passou e projetos que ficaram por começar. Essa mulher, uma espécie de viajante no tempo, retorna para a vila de uma antiga fábrica onde morou. Nessa viagem ela recria imagens e sons daqueles momentos, enquanto fala sobre tempo, família, sentimentos e, principalmente, memória.


“Temos trabalhado com artistas que são agudos observadores da realidade e durante esse último ano, com o fechamento dos teatros e na impossibilidade de prever um prazo para que tudo voltasse a funcionar normalmente, começamos um processo de pesquisa dessa memória, dos lugares e de pessoas incríveis que nos rodeiam e não nos damos conta”, conta a idealizadora Sandra Corveloni.


O objetivo é levar para a cena toda a riqueza daquele local histórico junto com essa personagem mulher, uma espécie de viajante no tempo, um depoimento da vida naquela casa que um dia foi um lar. Ela relata suas observações sobre o tempo, o espaço, a família e, sobretudo, a memória. À medida que ela caminha pelos cômodos, lembranças de um passado cheio de acontecimentos vão surgindo.


Foto: Ronaldo Gutierrez


“Através do confronto entre texto memorial e imagens reais de 2021 nos damos conta do quão importante é o Teatro Documentário e sua estreita relação com a imaginação e a tomada de consciência para a manutenção da vida”, conta Sandra, que avança:

“A junção das linguagens é super importante para a história que queremos contar, vídeo e palco se fundem numa sincronia total. As imagens da personagem principal foram gravadas nos escombros dessa casa abandonada e seus arredores. Na fusão com o palco, a mulher caminha em direção ao quintal, desaparece pela porta principal da casa e surge no palco, onde uma mesa de réveillon está sendo posta”, conclui.


Ficha técnica

Idealização: Sandra Corveloni

Produção: Companhia D’Alma

Direção: Sandra Corveloni

Direção de fotografia: André Grynwask

Montagem e edição: André Grynwask e Pri Argoud (Um Cafofo)

Dramaturgia: Bárbara Queiroz

Roteiro adaptado: André Grynwask

Atuação: Sandra Corveloni

Direção de produção: Bruna Lemela

Direção de arte: Felipe Samorano

Música: Marcelo Pellegrini

Coordenação de administração: Maurizio De Simone

Produtor assistente: Lucas Mello

Contra-regra: Gustavo Brandão

Técnico de luz: Vinicius Andrade

Estagiário de produção: Orlando Corvelon


OLHOS DE RECOMEÇO

Temporada: De 30 de Outubro a 19 de Dezembro

Horário: Sábados às 21h30 | Domingos às 17h30

Local: Canal do Youtube Companhia D'Alma

Ingressos: Gratuito | Reserve aqui

Duração: 20 min

Classificação: Livre