Premiado “Atrium Carceri”, com Mário Goes, faz curta temporada na Oficina Cultural Oswald de Andrade

Espetáculo mostra o drama de um padre que sofre com conflitos cristãos

Foto: Jal Vieira


Será que amar tanto assim pode nos levar à loucura?


Com a cabeça repleta de pensamentos antagônicos, o jovem padre de “Atrium Carceri” questiona dogmas católicos ao se lembrar de experiências vividas na infância e na adolescência. Abusado sexualmente pelo padrasto na infância, o padre vive com um misto de culpa, amor e ódio.


Ele passa sua vida enclausurado, sem saber como conciliar os ensinamentos religiosos com seus sentimentos mais profundos, com um misto de culpa, amor, vingança, ódio, amor dúvidas e conflitos sexuais que o fazem navegar com um fardo que corrói sua vida.


Fotos: Leekyung Kim


Protagonizado por Mário Goes, o espetáculo conquistou os prêmios de Melhor Ator pelo júri oficial do III Festival Internacional de Monólogos e de Melhor Ator Latino Americano pela Associação de Críticos Teatrais Hermanos Saiz, ambos em Cuba.



Ficha Técnica

Texto: João Guerreyro

Direção: Edhuardo Osorio

Atuação: Mário Goes

Luz: Georgia Ramos

Produção: Cia. de Teatro Paradóxos


ATRIUM CARCERI

Temporada: Dias 08 e 29 de Abril, às 20h | Dia 22 de Abril, às 18h

Local: Rua Três Rios 363 – Bom Retiro

Ingressos: Gratuito | Retirar 01 hora antes do espetáculo

Classificação: 14 anos

Duração: 55 min