"o silêncio anuncia o grito ou VOZ BIXA" estreia no Centro Cultural São Paulo

Solo de Marco Antonio Oliveira faz novas apresentações durante o Mês da Diversidade

Foto: Bruna Berthond


"o silêncio anuncia o grito ou VOZ BIXA" traz ao centro do palco da sala Jardel Filho do Centro Cultural São Paulo outros modos de enxergar narrativas hegemônicas sobre os corpos e performatividades dissidentes desde a infância. O solo de Marco Antonio Oliveira, que além de estar em cena também assina a dramaturgia e direção, estreia dentro da programação que celebra as vozes LGBTQIAP+ durante o Mês da Diversidade do centro cultural paulista.


Vencedor do Prêmio Dramática – Coelho de Prata pelo voto popular e menção honrosa do júri técnico do 29º Festival Mix Brasil – o silêncio anuncia o grito ou VOZ BIXA dialoga com o teatro documentário. A temática d espetáculo começou a se desenvolver quando Marco Antonio Oliveira participou em 2019 de um dos grupos de pesquisa do Grupo XIX de Teatro.


Foto: Bruna Berthond


A criação de o silêncio anuncia o grito ou VOZ BIXA foi um processo pessoal do artista pela descoberta da própria voz. “Entre as minhas lembranças de infância, meu comportamento afeminado foi constantemente repreendido, o modo genuíno com o qual eu me relacionava com o mundo. A adolescência me distanciava das meninas, com quem eu tinha maior intimidade, e não me aproximava dos garotos, que sempre apontavam uma estranheza em mim. Eu me vi sem lugar. Fui escondendo meu ímpeto viado pra ser um ‘menino normal’. A voz viada foi silenciada antes que ela aprendesse a falar”, conta Marco Antonio.


O espetáculo recria uma história a partir da reconstrução de um universo de memórias que são ao mesmo tempo individuais e compartilhadas. Marco Antonio Oliveira retorna desde a infância para reencontrar esse sussurro de voz que escondia dos outros. “Foi um processo radical para que aquela voz calada aprendesse a falar me dizendo quem realmente eu sou. Para que o espetáculo fosse capaz de criar vínculos, comecei a dialogar com outras vozes regularmente silenciadas, como pessoas trans, pretas, lésbicas e LGBTQIAP+. Assim comecei a me ouvir mais e seguir com minha intuição”, explica ele.


Sobre Marco Antonio Oliveira

Foto: Arquivo Pessoal


Artista, educador e bixa que encontrou no teatro uma possibilidade de fazer parte de algo maior. Na adolescência, aprofunda seu vínculo com teatro formando um grupo com amigos para criar a partir dos incômodos de viver em uma cidade predominantemente reacionária – Blumenau/SC. Em Florianópolis, estudou teatro na Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, desenvolvendo a pesquisa do teatro e a atuação a partir do real. Na cidade, participou de produções de dança, teatro e arte-educação, além de integrar por quatro anos o grupo (E)xperiência Subterrânea. Vive em São Paulo desde 2019 e hoje atua com sua peça o silêncio anuncia o grito ou VOZ BIXA, texto selecionado para o 29º Festival Mix Brasil, ganhadora do prêmio Coelho de Prata – prêmio do público, além de menção honrosa do júri técnico.


Ficha Técnica:

Criação, Atuação e Produção – Marco Antonio Oliveira. Figurino e Iluminação –Harth Brito. Iluminação e Projeção – GIVVA. Criação de Boneca – Tuany Fagundes. Operação de Som – Karla Ribeiro. Assessoria de Imprensa – Nossa Senhora da Pauta.


O SILÊNCIO ANUNCIA O GRITO OU VOZ BIXA

Temporada: De 22 a 26 de Junho

Horário: Quarta a Sábado, às 21h | Domingo, às 20h

Local: Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso

Ingressos: Gratuito

Duração: 70 minutos

Classificação: 12 anos

Capacidade: 321 lugares.