Novo livro de Roberto Muniz Dias “Konrads” ganha edição física

Obra LGBTQIA+ traz debate entorno das questões políticas

Um folhetim distópico em meio a um suspense fabuloso. Assim é definido "Konrads", pelo próprio autor do livro Roberto Muniz Dias.


A inspiração para a história veio após a leitura do livro “A arte queer do fracasso", de Jack Habelstam. A obra que trouxe a inspiração a Roberto levanta possibilidades sobre a questão do fracasso como forma de entreter as LGBTQIA+.


“Então, é daí que entro com meu livro, em forma de ficção, é claro, mas trazendo semelhanças com qualquer distopia que mexe com a vida das pessoas e deste personagem em particular, que volta a sua cidade natal e encontra um pequeno microcosmo fascista”, complementa Roberto.

Quem assina o prefácio é o escritor Alexandre Willer Melo ("Nunca mais voltei", editora Relvas de Selva)


O livro promove o debate atual dos extremismos de opiniões entre direita e esquerda se acirraram nos últimos anos, além dos excessos e absurdos de uma distopia fascista. E como é ficção, ela envereda por outros caminhos que não apenas a sexualidade e política.


Konrads

Páginas: 98

Tamanho: 14x21

Idioma: Português

Ano de Edição: 2021


Adquira a versão física no site da Metanoia clicando aqui e a versão e-book no site da Amazon clicando aqui.




Sobre ROBERTO MUNIZ DIAS

É Professor, romancista, dramaturgo e mestre em Literatura pela UNB (Universidade de Brasília). Formado em Letras Português/Inglês e Direito pela UESPI (Universidade Estadual do Piauí). Foi premiado, e 2009, pela Fundação Monsenhor Chaves com menção honrosa pela obra "Adeus Aleto". Publicou "Um Buquê Improvisado", "O príncipe, o mocinho ou o herói podem ser gays?" , "Uma cama quebrada (teatro)", T"rilogia do desejo (coletânea de romances)"" e premiado pela FCP (Fundação cultural do Pará) com o texto teatral As divinas mãos de Adam, como melhor texto teatral de 2015, e o Troféu em Cena 2018 pelo texto teatral A bacia de Proust. Ainda recebeu os prêmios 16º Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade de 2016; 3º Prêmio educando para o respeito à diversidade sexual e Prêmio beijo livre direitos humanos 2017, todos na área de Educação. Recentemente, participou como palestrante convidado da 10ª Feira do Livro de Campos de Goytacazes 2018, Rio de Janeiro e da I FLIDS 2019, Festa Literária da Diversidade Sexual em Fortaleza, Ceará.