Montagem de Roberto Cordovani, "A Dama das Camélias" marca reinauguração do Teatro Paiol Cultural

Em Outubro, teatro recebe outro espetáculo do premiado ator


Foto: Marcus Castro


Inaugurado em 24 de novembro de 1969, o Teatro Paiol Cultural Foi o primeiro teatro paulistano de pequeno porte a contar com urdimento mais tarde livraria e cineclube. Agora, o novo Teatro Paiol Cultural reabre suas portas com dois espetáculos premiados internacionalmente: "A Dama das Camélias" e "Amar - Verbo Intransitivo" - escritos e dirigidos pelo ator Roberto Cordovani que também atua nos papéis principais.


Escrito em 1848 esta é uma das mais famosas obras de Alexandre Dumas Filho. Foi inúmeras vezes encenada por atrizes como Sarah Bernhardt em 1899 e Greta Garbo em 1936, numa adaptação cinematográfica. Serviu também de inspiração à célebre ópera de Verdi, La Traviata. É considerada uma obra fundamental do romancismo francês.


Foto: Marcus Castro


"A Dama das Camélias" é a história da cortesã francesa Marguerite Gautier, que em meados do século XIX, encanta Paris com sua beleza. Suas artimanhas no amor e no sexo, sua vida luxuosa e perdulária, mantida por ricos progenitores da emergente burguesia urbana.


O mito central de A Dama das Camélias “não é o amor, é o reconhecimento: Marguerite Gautier, ama para ser reconhecida e, a esse título a paixão provém inteiramente de outrem”. As encenações, os conflitos, os equívocos e as vilanias que popularizaram a Dama não são de ordem psicológica, são, sim, sintomas sociais.


O amor de Armand é o tipo de amor burguês, segregativo, apropriativo. O amor da Dama é o postulado de ser reconhecida, que culmina quando renuncia a ele, ou “assassina a paixão de Armand”, para eternamente ter o reconhecimento do mundo dos senhores.


Ficha Técnica

Adaptação, Iluminação e Direção-Geral: Roberto Cordovani

Diretor Técnico e Operação de Som e Luz: Victor Rodrigues

Elenco: Roberto Cordovani e Breno da Matta

Música Original: Luís Felipe Gama

Direção Musical: Ana Luíza

Mixagem: Marcelo Cecchi

Visagismo: Anderson Bueno

Figurinos: Chanel, Dior, André Correia e Carme Pichel

Restauração de Figurinos: Suely Portela, Arlete Castro e Paula Peduto


A DAMA DAS CAMÉLIAS

Temporada: De 16 de Setembro a 01 de Outubro

Horário: Sextas e Sábados, às 21h

Local: Rua Amaral Gurgel, 164 Vila Buarque,

Ingressos: R$ 70,00 (inteira) | R$ 35,00 (meia)

Duração: 75 minutos

Classificação: 14 Anos

Capacidade: 203 lugares