Mapeamento Tranzborde disponibiliza cadastro para profissionais que atuam em teatro, dança e mais

Com olhar para as pluralidades, o cadastro tem como proposta alcançar pessoas socialmente marginalizadas

Figura 1: TRANZMUTAÇÕES PANDEMYKAZ, da Núclea de Pesquiza Tranzborde


Ampliar o circuito de trocas entre produtores e profissionais da cultura nas mais diversas áreas, tanto dentro do palco como nos bastidores da cena: esse é um dos fundamentos do Mapeamento Tranzborde, uma iniciativa da Núclea de Pesquiza Tranzborde que tem como objetivo facilitar o acesso a trabalhadoras e trabalhadores de baixa renda muitas vezes invisibilizadas que estão disponíveis no mercado e que morem no município de São Paulo. O mapeamento, que permitirá busca por demanda de trabalho e região geográfica, fica disponível para acesso do público por meio do site.


O mapeamento está concentrado em profissionais dos seguintes grupos sociais: pessoas trans, indígenas, pretas, ciganas, marrons, amarelas, pessoas não-hétero centradas, pessoas gordas, imigrantes e em situação de refúgio, bem como residentes em comunidades e periferias.


A iniciativa é uma contribuição da Núclea em fomentar a classe artística da cidade, muito fragilizada devido aos desmontes na cultura e também em decorrência da pandemia. Com um design intuitivo e simples, a ideia é facilitar o encontro e a disponibilidade dos profissionais com as demandas de trabalho que estejam sendo buscadas.


As categorias contempladas na plataforma são das áreas de artes circenses, assistência de produção, atuação, cenografia, cenotecnia, contrarregragem, dança, direção, direção de arte, direção de palco, dramaturgia, figurino, fotografia, iluminação, maquiagem, música, operação de luz, operação de som, performance, preparação vocal, produção, sonoplastia, Stand-Up comedy, video mapping e visagismo. Até agora, o projeto recebeu 77 cadastramentos e tem a intenção de ampliar para profissionais do Estado de São Paulo, em etapa posterior a ser implementada.


Núclea Tranzborde

A Núclea Tranzborde é um território-plataforma para que artistas que não ocupamo centro das narrativas hegemônicas possam desenvolver suas pesquisas, levantar seus trabalhos, gerar suas criações. Neste encontro, cada projeto pode contar com a Núclea para ter orientações artístico-pedagógicas e suporte de produção, como desenvolvimento de projetos para editais e material de divulgação. Nos interessa gerar outras e novas pedagogias do fazer arte, com o intuito de promover espaços de circulação artística de maior pluralidade.

Mapeamento Tranzborde

Contato: nucleatranzborde@gmail.com

Clique aqui para mais informações