Lady Gaga e a Filosofia da Fama

Curso analisa as mudanças culturais promovidas pela artista durante sua carreira.



Lady Gaga é considerada uma das maiores estrelas pop da atualidade, atraindo e alterando o olhar do público desde sua estreia com "Just Dance“, em 2008. Resistindo eternamente à classificações, a artista permanece sempre em trânsito.


Utilizando os métodos criados por artistas como David Bowie e Madonna, a cada disco — ou empreitada artística em que ela se coloca, como filmes ou séries televisivas — a artista assume uma espécie de persona e explora ao máximo suas radicalidades, conectando-se também uma teia de vários colaboradores talentosos dos mais diversos ramos de linguagens artísticas, como fotografia, moda, vídeo, performance, produção musical etc.


Lady Gaga no clip de "911"


Inspirado pela estética da artista pop mais controversa do século 21, e ainda por obras clássicas da filosofia contemporânea, este curso tem como objetivo analisar e teorizar quais foram as mudanças culturais promovidas por Lady Gaga durante sua carreira, onde a norte-americana abordou temas como direitos LGBTQIA+, tecnologia e feminismo.



PROGRAMA DO CURSO


Encontro 1 – Do que é feito o Gagaísmo?

Encontro 2 – Don't be a drag, just be a queen (participação de Gouthier)

Encontro 3 – O fim do normal

Encontro 4 – Experimentações e constelações criativas (participação de Getúlio Abelha)


Outras informações, referências e bibliografia serão enviados após a confirmação da inscrição.



QUEM ORIENTA

Ali Prando é filósofo. Pesquisador pelo CNPq com as temáticas de gênero, sexualidade e feminismo através de perspectivas butlerianas. Também escreve para os sites Disco Punisher e WhatElseMag, somando mais de 200 entrevistas com ícones pop – de Caetano Veloso à Charli XCX, de Elza Soares a Pabllo Vittar. Além de 'Madonna Explícita', também criou os cursos 'Politizando Beyoncé: Raça, Gênero e Sexualidade', considerado pelo jornal HuffPost como "tudo o que você precisa e não sabia", 'Björk: Paradigmas do Pós-humanismo.exe', organizado com exclusividade para a passagem da exposição "Björk Digital" pelo Brasil, e mais recentemente 'Madonna Explícita', que celebrou o aniversário da rainha do pop e contou com participação de profissional que da equipe da artista. Em seu histórico estão festivais como Mix Brasil, No Ar Coquetel Molotov, Path, WHOW! e MECA, além de espaços como Tapera Taperá, Museu da Imagem e do Som de São Paulo, Museu da Diversidade Sexual, Unibes Cultural, unidades do Sesc em São Paulo e universidades brasileiras.



PARTICIPAÇÕES

Gouthier é artista, pesquisador e jornalista musical. Graduando em Artes Plásticas pela Escola Guignard. Ele pesquisa a direção de arte fonográfica e suas potencialidades enquanto interseção de diferentes técnicas, como também seu jogo de referenciação e ressignificação com a arte moderna e contemporânea.




Getúlio Abelha é cantor e compositor. Nasceu em Teresina (PI), mas radicou-se em Fortaleza (CE) em 2012, onde começou a fazer sucesso na cena alternativa. Desde então, saiu dos bares, rompeu as fronteiras locais e levou seu ecletismo e irreverência para outros estados. Também coleciona passagens pelo cinema e pelo teatro.    




LADY GAGA E A FLOSOFIA DA FAMA


Inscrições: Até 25 de novembro através da Sympla.*


Curso: 25 e 27 e novembro, 02 e 04 de dezembro de 2020

Horário: Quartas e Sextas, das 19h30 às 21h30

Valor: R$ 100,00 + taxa Sympla (valor único parcelável)


*Após a confirmação do pagamento você receberá instruções sobre a transmissão do curso. Os encontros serão ao vivo, nas datas e horários indicados e através da plataforma Zoom.