Gustavo Galo ministra curso da produção da canção brasileira após a explosão tropicalista

A atividade será realizada por meio da plataforma Zoom


Foto: Caroline Bittencourt


O primeiro módulo deste curso situará a produção da canção brasileira logo após a explosão tropicalista, ao longo dos anos 1970 e 1980, em plena ditadura civil-militar, e mostrará como a poesia resistiu a tudo isso. Serão apresentadas obras como a de Torquato Neto, Waly Salomão, Alice Ruiz e Paulo Leminski, entre outros, que abriram novos caminhos, ocupando estações de rádio, pistas de dança, emissoras de televisão, colunas de jornal e as ruas. A atividade será realizada por meio da plataforma Zoom, e serão emitidos certificados aos inscritos que participarem de 75% das aulas.



Sobre Gustavo Galo

Foto: Julia Rocha


Gustavo Galo é compositor, músico e intérprete. Lançou "se tudo ruir deixa entrar o ruído" (2019) e "QUARTO" (2020). Com a Trupe Chá de Boldo, banda da qual faz parte há 15 anos, lançou cinco discos. Há uma década, ao lado de Gustavo Cabelo e Tomás Bastos, apresenta "let s play that", show com letras e poemas de Torquato Neto. Faz parte da editora de poesia independente "É selo de língua"



EU QUERO MESMO É ISSO AQUI: POESIA NA CANÇÃO

Inscreva aqui

Quando: De 20 de Janeiro a 10 de Fevereiro

Horário: Quintas-feiras, das 19h às 21h

Local: Plataforma Zoom*

Valor: Gratuito


*O acesso ao Zoom será enviado para o e-mail cadastrado na ficha de inscrição.