Grupo VÃO apresenta ação coreográfica na área externa da Oficina Oswald de Andrade

"Nada Garante Nada" é resultado do processo de criação de quatro diretoras, coreógrafas e performers

Foto: Mayra Azzi


Depois de onze meses de pesquisa e investigação, os resultados serão apresentados ao público com a estreia presencial da ação coreográfica no espaço externo da Oficina Oswald de Andrade. O grupo lança também a plataforma on-line escândalo, que pode ser acessada gratuitamente pelo público, pelo site oficial e redes sociais do grupo.

Nos dois trabalhos, o caminho da pesquisa teve como ponto de partida procedimentos de sobreposições de camadas de criação de imagens e sons. A partir disso, surgiram a trilha, os vídeos e a ação coreográfica presentes na ação performática e na plataforma. “No início, tivemos orientação da performer vocal Inês Terra. Com sua colaboração, criamos um processo que começava com um registro de som de uma de nós, depois outra gravava em sobreposição, até nós quatro termos feito alguma intervenção”, contam as diretoras. Em seguida, foram criados vídeos em que cada artista buscou materializar os áudios criados coletivamente em imagens e movimentos. Essas gravações se tornaram trilha sonora, vídeos e ações coreográficas para a performance e a plataforma.

Contemplado pela 28ª Edição do Fomento à Dança, o projeto também incorporou como referência a origem de escândalo, que significa “pedra do tropeço”; do grego “skándalon” se refere a uma pedra na qual um indivíduo tropeça. Outras associações, assombro, terror, encantamento, brilho, por exemplo, estiveram presentes na pesquisa. Segundo as diretoras, no processo de criação, a ideia era buscar imagens e movimentos em relação com essas palavras.

Foto: Mayra Azzi


Na performance, nada garante nada mostra uma ação contínua de construir e desconstruir uma paisagem: nas dez sessões do trabalho previstas, a área externa da Oficina Cultural Oswald Andrade será transformada por meio de sobreposições de camadas de papéis, sons, textos e movimentos. “A ideia é criar a sensação de infinitude: coisas desaparecem, se destroem, reaparecem de uma outra forma. Um tempo de constante construção e transformação.”, afirmam as criadoras. “As camadas de som, imagem, corpo e movimento são sobrepostas, recortadas, construídas, desmanchadas, transformando a todo tempo a imaginação do público a partir da relação entre presença e virtualidade”, completam.

O público poderá acompanhar a trilha com fones de ouvido retirados com a produção e também por telas de monitores que irão transmitir a performance ao vivo, por meio de imagens captadas por câmeras dispostas pelo espaço.

Plataforma escândalo


A plataforma on-line escândalo será lançada um dia após o encerramento da ação performática presencial. A plataforma foi criada em colaboração com a artista visual e designer gráfica Lídia Ganhito, do Estúdio Pavio. É resultado do mesmo processo de pesquisa e de construção, com a ideia de sobreposição de camadas de criação, sendo um convite ao visitante navegar por uma paisagem ficcional em constante movimento.

O público navega no site e encontra “fragmentos e imagens que foram criados ao longo do processo, vídeos, textos e áudios”, afirmam as diretoras. Como na ação performática, a plataforma também carrega a sensação de infinitude, em transformação contínua.

Na “caminhada virtual”, também é possível escolher a trilha sonora e as artistas criadoras aconselham o público da plataforma a usar fones de ouvido.


Ficha técnica

direção Grupo VÃO

criação e performance Isis Andreatta, Julia Viana, Juliana Melhado e Patrícia Árabe

figurino Renan Marcondes

pesquisa de voz e orientação de trilha sonora Inês Terra

criação de trilha sonora Isis Andreatta, Julia Viana, Juliana Melhado e Patrícia Árabe

espaço cênico Renan Marcondes e Grupo VÃO

desenho mural Lídia Ganhito e Emerson Freire (ESTÚDIO PAVIO)

instalação de vídeo Marcelo Moraes e André Zurawski

foto Mayra Azzi

Projeto Escândalo

concepção e coordenação Grupo VÃO

falas públicas Coletivo Desvelo, Coletivo Cartográfico e Luciane Ramos-Silva

aulas flertes Zumb.Boys

residência e provocação artística Michelle Moura

identidade visual LÍdia Ganhito (ESTÚDIO PAVIO)

assessoria em redes sociais Rodrigo Melhado

produção MoviCena Produções (Jota Rafaelli e Rafael Petri)


NADA GARANTE NADA

Agenda: 15 de Dezembro - Ensaio Aberto às 11h

16 de Dezembro - às 15h e 17h

17 de Dezembro - às 11h, 15h e 17h

18 de Dezembro - às 11h e 15h

20 de Dezembro - às 11h, 15h e 17h

Local: Rua Três Rios, 363 - Bom Retiro (Área Externa)

Capacidade: 60 pessoas

Entrada: Gratuita

Classificação: livre


Fone de ouvido: Equipamento a ser retirado com a equipe de produção. (levar RG ou documento para liberação).