Grupo Pombas Urbanas estreia espetáculo “Florilégio” no Centro Cultural Arte em Construção

Espetáculo convida o público a uma viagem esperançosa em direção ao futuro e reflete sobre como a luta coletiva pode transformar a sociedade.

Foto: Divulgação


Com ingressos gratuitos, a temporada acontece em formato híbrido, com apresentações presenciais na sede do grupo, o Centro Cultural Arte em Construção. E apresentações online no Facebook do grupo, com intercâmbio com os coletivos teatrais Nativos Terra Rasgada (Sorocaba – SP), Trupe Olho da Rua (Santos – SP), Grupo Rosas dos Ventos (Presidente Prudente – SP) e Galpão Cultural de Assis (Assis – SP).


Impulsionado por histórias de vida de diversas pessoas que moram no bairro Cidade Tiradentes, incluindo os artistas do próprio Grupo Pombas Urbanas, e pelo verbo “esperançar” de Paulo Freire, o espetáculo Florilégio constrói uma tessitura que aproxima o público de memórias, de sonhos, de obstáculos a serem superados e de desejos esperançosos para um amanhã possível.


A montagem nasceu a partir do diálogo com muitas vozes de ontem e de hoje, na busca por poetizar o cotidiano, mas também ultrapassar diversos tipos de opressões tantas vezes impostas. Desde a mais singular violência até a mais intensa solidão e vazio.


“Buscamos encontrar aquilo que se constrói em sociedade e na coletividade no agora, a fim de questionar do que temos que nos desprender para estar em coletivo, em comunidade, e assim lidar e avançar sobre tantas angústias sentidas e vividas diariamente. Não estamos sozinhos, esperançar, libertar-se é uma ação conjunta”, explica o grupo.


Foto: Divulgação


O espetáculoFlorilégio” busca demonstrar o quão potente é o poder de luta e transformação de um ser e que, apesar dos desafios em nossa existência, ainda podemos acreditar mais na sabedoria da vida, buscando soluções para os momentos de crise com sensatez.


O espetáculo percorre um processo criativo que resgata a memória e identidade do bairro a partir de jogos de atuação teatral. As composições foram construídas após um período de investigação dramatúrgica do Grupo Pombas Urbanas, desencadeadas a partir de conversas em lives e compartilhamentos do processo (durante a pandemia da Covid-19) com pessoas que mobilizam pensamentos e ações diretas ao longo de suas vidas.


“Florilégio” é uma criação dramatúrgica que propõe refletir acerca das condições e relações humanas no território, tendo temas centrais: memória, esperança, história e o futuro dos moradores do bairro, de forma a visibilizar as dores e violências que assolam esta comunidade, mas também a força das relações comunitárias, capazes de transformar vidas e realidades


FICHA TÉCNICA: Direção: Vanéssia Gomes | Criação coletiva: Grupo Pombas Urbanas | Dramaturgia: Grupo Pombas Urbanas e Vanéssia Gomes | Elenco: Paloma Natacia, Adriano Mauriz, Marcelo Palmares, Paulo Carvalho e Ricardo Big | Músicos: Giovani Di Ganzá e Marcelo Nobre | Figurino: Juliana Naju | Cenário: Marcelo Larrea e Débora Gomes Silvério | Preparação Corporal: Cibele Mateus | Trilha sonora: Giovani Di Ganzá | Orientação dramatúrgica (etapa inicial do projeto): Calixto Inhamuns | Designer Gráfico: Francis Lima | Fotografia: Ricardo Avellar | Iluminação: Fernando Alves | Vídeo: Vibrante Filmes | Assessoria de Imprensa: Luciana Gandelini | Produção Geral: Grupo Pombas Urbanas | Músicas: “Boa noite povo” - Mestra Margarida, Guerreiras Santa Joana D`arc.; “Dê notícias” e “Raio de sol” - Junio Santos; “Canto de Marujada - Iguape; “Eu não Vim” - Maranhão; “Desafio de viola” – Paraíba; “Canto dos Caboclos” - Bom Jesus da Lapa/BA; “O tempo foi o meu mestre” - Casa Fanti-Asahnti de S. Luis do Maranhão


FLORILÉGIO

Temporada: De 23 a 26 de Março

Horário: De Quarta a Sábado, às 20h

Local: Av. dos Metalúrgicos, 2100 - Cidade Tiradentes

Ingressos: Gratuito

Classificação: Livre


Apresentações Virtuais

Quando: Dias 05, 06, 07 e 08 de Abril

Horário: De Terça à Sexta, às 19h

Local: no Facebook do Grupo Pombas Urbanas