Grupo Fragmento apresenta "GARRAFADA - Circulação de Espetáculos e Residência Artística"

Objetivo do grupo é partilhar os processos e criações na cena de dança além de discutir poética, estética, espaço e tempo


Foto: Roger Cipó


Misto de ervas e álcool em cachaça guardado em uma garrafa bem tampada em um cantinho longe da luz, a “garrafada” cura qualquer mal, corporal e espiritual. A receita curativa, que tem passado de geração em geração nas casas das quebradas, de roças, ribeirinhas e caiçaras é a inspiração do Grupo Fragmento Urbano para a criação da GARRAFADA – Circulação de Espetáculos e Residência Artística em Dança, apresenta uma circulação de cinco trabalhos cênicos do grupo e uma residência artística.


Já a residência artística acontecerá em dezembro e é voltada para pesquisadores de dança, moradores de periferia, pretos, indígenas, LGBTQIA+ e pessoas com deficiência, podendo acolher artistas de outros municípios e estados.

Para Douglas Iesus, diretor do Grupo Fragmento Urbano, a circulação dos espetáculos e a residência artística têm como premissa fundamental o encontro, “pois para nós periféricos, pretos e indígenas, esse é um caminho longo, árduo e necessário. E se existe algo que possa nos auxiliar a limpar da alma tantas dores de perdas passadas, que seja uma ‘garrafada’ capaz de nos engravidar de esperança de renascer”, adianta ele.



Programação:


Breaking de Repente

Foto: Marcos Bacagine


Espetáculo que aborda os gestos e as familiaridades da rotina cotidiana social nos grandes centros urbanos, através das danças urbanas, popping e locking.


Dia 10 de Setembro | Sábado, 14h | Rua 24 de Maio

Dia 11 de Setembro | Domingo, 14h | Praça Oscar da Silva, 110 – Vila Guilherme


Direção: Douglas Iesus

Duração: 45 minutos

Classificação: Livre

Ingressos: Gratuito



Balada Manifesto

Foto: Kuruf


Performance de intervenção inspirada pela resistência dos movimentos periféricos, que ocorrem nas festas negras e populares, sejam de rua, bailes, fluxos, sambadas, entre outras e gestam coletivamente uma celebração que pretende ser luta, revolução, encontro e pulsão de vida. A partir do artifício de uma bolha transparente, pesquisa corporal e sonora pa intervenção conta com participação de DJ Jab Cut e convidadxs.


Concepção: Douglas Iesus | Direção: Tiago Reis | Produção: Anelise Mayumi e Iolanda Costa | Elenco: Anelise Mayumi, Bea Pontes, Douglas Iesus, Eduardo Dialético, Fabiano Savan, Joelma Souza, Liana Cunha, Luiz Negresco, Munique Mendes, Tiago Reis e convidadxs | Paisagem Sonora: DJ Jab Cut | Iluminação: Cic Morais.


Dia 24 de setembro | Sábado, 19h | Rua de Dança com Coragem

Dia 25 de setembro | Domingo, 19h | Rua Durande, 175 – Artur Alvim


Duração: 30 minutos

Classificação: Livre

Ingressos: Gratuito



Encruzilhada

Foto: Roger Cipó


Espetáculo de dança que traz à tona, através de uma linguagem experimental e contemporânea, uma discussão sobre a atualidade, a ressignificação da ancestralidade, os espaços urbanos e as relações sociais que os permeiam. O projeto foi contemplado pelo XIX e XXIII Edital de Fomento à Dança da cidade de São Paulo.


Direção: Douglas Iesus | Paisagem Sonora: Rapadura Xique Chico, Clã Nordestino, Ana Diniz e João Nascimento.



Dia 15 de Outubro | Sábado, 16h30 | Rua Francisco Inácio Solano, 1113

Dia 16 de Outubro | Domingo, 16h | Rua Adobe, 47 – Jardim Romano


Duração: 55 minutos

Classificação: Livre

Ingressos: Gratuito



Esquina

Foto: Noélia Nájera


O trabalho traz à cena, em dança e música, homens pretos de periferias, e os seus ritos de passagem e de iniciação e estes uni.versos de contradição. O que nos foi dado? O que nos foi tirado? Quem nos foi condicionado ser, quem são os homens pretos de periferia?


Elenco: Cic Morais, Douglas Iesus, Eduardo Dialético, Ivamar Santos, Melvin Santhana e Thiago Sonho | Direção: Douglas Iesus | Codireção: Anelise Mayumi | Direção musical: Mélvin Santhana e Thiago Sonho | Direção de luz: Cic Morais | Visagismo: Gil Oliveira | Provocador: Roger Cipó | Mídias sociais: Alice Soares | Costura: Denise Guilherme | Produção: Iolanda Costa.


Dia 04 de Novembro | Sábado, 18h | Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro

Dia 05 de Novembro |Domingo, 19h | Baixos do Viaduto do Chá, s/nº – Galeria Formosa


Duração: 56 minutos

Classificação: Livre

Ingressos: Gratuito



Relações Possíveis

Foto: Divulgação


Solo de intervenção urbana que se propõe a buscar os mais variados tipos de relações possíveis de serem estabelecidas. Dividido em cinco retratos da cidade, as relações são iniciadas por um estímulo social: a vestimenta. A partir deste signo, quais são as relações possíveis de serem criadas?


Concepção, Interpretação e Dramaturgia: Douglas Iesus | Direção: Anelise Mayumi.


Dia 17 de Novembro | Sábado, 12h | Rua XV de Novembro

Dia 18 de Novembro | Domingo, 18h | Rua Vicente Avelar, 53 – Conjunto José Bonifácio


Duração: 40 minutos

Classificação: Livre

Ingressos: Gratuito



Garrafada: Residência Artística em Dança

Foto: Rafael FX


De 05 a 10 de Dezembro

Inscrições: A partir de 5 de Novembro no site do Grupo Fragmento Urbano


Metodologia de ensino e criação Encruzilhada Style do grupo Fragmento Urbano. Público alvo jovens e adultos, pesquisadores de dança, moradores de periferia, pretos, indígenas, LGBTQIA+ e pessoas com deficiência, podendo acolher artistas de outros municípios e estados. A residência será conduzida por Douglas Iesus, Tiago Silva e Anelise Mayumi no que tange a pesquisa de linguagem corporal, com a participação de Thiago Sonho que conduzirá a formação musical.