Grupo Corpo Molde estreia "Sapiens"

Com direção e coreografia de Renan Marangoni espetáculo traz 08 bailarinos em 10 cenas, sendo duas com interpretações em Libras.


Foto: Jacqueline Vasconcelos


A partir da necessidade de compreender a essência humana, debatendo sobre a construção de um corpo na era contemporânea, o Grupo Corpo Molde estreia o espetáculo "Sapiens". A montagem com direção e coreografia de Renan Marangoni e produção da MoviCena Produções Artísticas chega aos palcos com apresentações gratuitas nos Teatro Paulo Eiró, Teatros Arthur Azevedo e João Caetano.


"Sapiens" buscar refletir sobre o termo “sapiens”, que deriva do latim “homem sábio” levando em consideração a sociedade atual da qual o homem sobrevive sobre a falsa ideia de sabedoria. Em cena, os oito bailarinos propõem a reflexão por meio dos corpos sobre a construção deste termo.


Para Renan Marangoni, "Sapiens" também se constrói com base na provocação: O que podemos construir, a partir das ruínas da cultura que sobrevive às necessidades de um país que não a reconhece? “Desse questionamento, o Grupo Corpo Molde, enquanto companhia de produção artística que dialoga com a realidade vivenciada pela cultura brasileira, começa a refletir como sustentar o trabalho artístico e como fazer com que a produção da cena da dança seja reconhecida com relevância”, explica o diretor e coreógrafo.



Além da dança



Foto: Jacqueline Vasconcelos


Atualmente o Grupo Corpo Molde desenvolve suas ações em seis pilares – Formação, Arte/Cultura e Políticas Públicas, História e Memória da Dança, Atuação Social, Sustentabilidade e Saúde e Bem-Estar. No início de 2022, o coletivo inaugurou sua sede, a Casa CM, localizada na Vila Prudente, zona leste da capital paulista. No segundo semestre o espaço começará uma série de atividades e iniciativas abertas ao público.


Contemplado pela 30ª edição do Programa Fomento à Dança da Cidade de São Paulo, o espetáculo integra o projeto Sapiens, que aborda questões “além da dança cênica”, como ações que se comunicam com as lutas presentes no coletivo: causas feministas, do movimento LGBTQIAP+, de bem-estar físico e mental e que discutam os meios de sobrevivência dentro do setor cultural.


"Sapiens" trata dos aspectos positivos e negativos da essência humana e da evolução da construção social. Essa criação de uma sociedade complexa e cheia de demonstrações de poderes vem por décadas reforçando a composição de um único corpo, mas que não condiz mais com a contemporaneidade.


“Enquanto pesquisa cênica, SAPIENS alerta para a necessidade de olharmos para a constituição do ser humano se reconhecendo como um sujeito histórico e de forma consciente em suas noções de cidadania, identidade cultural, memória coletiva e principalmente de sua ancestralidade”, conta Renan Marangoni.


Ficha Técnica:

Direção e Coreografia – Renan Marangoni. Ensaiadores – André Santana e Rodrigo Cândido. Elenco – Ane Caroline Matos, Amanda Vital, Camila Amaral, Fauston Della Flora, Jakeline Lima, Samuel Oorun, Tatiane Santos e Wallesson Gomes. Formadores Convidados – Cris Yonezaki, Fernando Cartago, Lau Santos, Vagner Souza, Alisson Lima e Robson Lourenço. Provocação Cênica – Fernando Cartago e Jakeline Lima. Cenografia – Rager Luan. Iluminação – Kenny Rogers. Assistente de Cenografia e Iluminação – Tatiane Santos. Figurino – Guilherme Santos (Pimzera) e Sabrina Rodrigues. Maquiagem – Pâmella Sgarbi. Trilha Sonora – Frank Leocadio e Rubens Oliveira Martins. Trilha Bônus – André Abujamra. Fotografia – Victor Paris. Videomaker – Laio Rocha. Produção Geral – Jota Rafaelli (MoviCena Produções Artísticas). Produção Administrativa – Rafael Petri (MoviCena Produções Artísticas). Assessoria de Impressa – Nossa Senhora da Pauta. Parceira – Portal MUD. Produção – MoviCena Produções Artísticas. Assistente de Produção – Ane Caroline Matos e Jéssica Policastri. Realização – Grupo Corpo Molde, Cooperativa Paulista de Dança, Núcleo de Fomento à Dança Secretaria Municipal de Cultura da Cidade de São Paulo.


SAPIENS

50 minutos | Livre | Gratuito.


Temporada Teatro Paulo Eiró

Dias: 01, 02 e 03 de Julho

Horário: Sexta e Sábado, às 21h | Domingo, às 19h

Local: Av. Adolfo Pinheiro, 765 – Santo Amaro

Ingressos: Gratuito

Capacidade: 468 lugares


Temporada Teatro Arthur Azevedo

Dias: 08, 09 e 10 de Julho

Horário: Sexta e Sábado, às 21h| Domingo, às 19h

Local: Av. Paes de Barros, 955 – Alto da Mooca

Ingressos: Gratuito

Capacidade: 349 lugares


Temporada Teatro João Caetano

Dias: De 14 a 17 de Julho

Horário: Quinta a Sábado, às 21h | Domingo, às 19h

Local: Rua Borges Lagoa, 650 – Vila Clementino

Ingressos: Gratuito

Capacidade: 438 lugares