Experimento cênico de Camilla Rollemberg será lançado via Streaming

Além disso, haverá lives com debates, performances, cenas inéditas, recital, música e dança.


Escrita originalmente para o teatro no Núcleo de Dramaturgia do SESI/2019, o experimento cênico Stories, de Camilla Rollemberg, será lançado via Streaming no dia 30 de outubro, às 21h, na plataforma Youtube, e ficará disponível para acesso, mediante contribuição voluntária, até 15 de novembro. No período da temporada, às sextas, sábados e domingos, às 21h, os artistas envolvidos no projeto farão lives, no Instagram, em seus perfis e no perfil @storiesemcena, com debates, performances, cenas inéditas, recital, música e dança ao vivo.

Com direção de Liviah Prestes e Thiago Sacramento, o elenco é composto por atores de São Paulo, Amazonas, Bahia, Rio de Janeiro e Mato Grosso. São eles: Stephanie Lourenço, Aline Abovsky, Camilla Rollemberg, Carol Marafiga, Dani D’eon, Laura Paro, Marcelo Selingardi, Márcio Braz, Miriam Palma, Thiago Brianti e Thiago Winter.

Com mais de 20 personagens, Stories é o retrato tragicômico da vida fragmentada de Joana, presa em sua casa pela pandemia, à tela do celular e aos desejos de todos que a rodeiam, e que exigem dela com cada vez mais intensidade e velocidade. Adaptar o texto para as nossas atuais circunstâncias não foi uma tarefa que exigiu grandes mudanças, uma vez que a vida da personagem principal, Joana, antes mesmo da pandemia, já era quase inteiramente virtual.


“Através de seu cotidiano fragmentado e digital, tal como se vê hoje em dia por meio dos Stories no Instagram de amigos e personalidades que seguimos, podemos testemunhar as antigas e atuais demandas sobre o feminino (casar, engravidar, manter-se jovem e bela, zelar pela família e amigos, ser bem sucedida profissionalmente), que com os anos apenas se acumulam e se fazem pressionar ainda mais pela tecnologia, e pela expectativa social de que a mulher esteja sempre pronta a servir e satisfazer a todos, sem muitas vezes encontrar espaço para escuta e satisfação pessoais”, conta a dramaturga Camilla.

Sobre a direção, Liviah Prestes conta que trabalham cada um em sua casa: Amazonas, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Bahia. “O espetáculo mostra como a completa rotina de alguém pode ser real dentro dos limites do retângulo celular. O quanto isso pode ser prejudicial ou libertador. Pensava um cenário claustrofóbico, onde a personagem massacrada por uma multidão de interlocutores e informações online interagia somente com textos, áudios, imagens e vídeos. A pandemia tornou global o drama da protagonista. Além da ausência de contato com a realidade física, Joana sofre da falta dela mesma, vítima da armadilha da falsa independência feminina, que só faz aumentar a cobrança e pressão sob sua existência cujo modo virtual é agora a única forma possível de ser”, completa.


Thiago Sacramentorelata que Stories permite uma identificação sensorial com Joana, a personagem principal, que discute especialmente o lugar das mulheres hoje, mas também o espaço dos homens, a masculinidade quando exercida de maneira tóxica, e sua igual sujeição à imensa carga de afazeres, excesso de cobranças e expectativas de resultado, todos ampliados pela força da tecnologia, excessiva e opressora. “Meu papel foi fazer a ponte da concepção original da obra para teatro, traduzindo-a para o audiovisual. Incorporei à estética os limites e entraves do modelo de gravação, sem tentar escondê-los ou disfarçá-los, uma vez que dispunha apenas dos recursos de câmera, áudio e luz existentes nas casas cada ator, porque esse formato concebe um testemunho histórico de nosso atual contexto e a nova realidade visual de interação entre as pessoas”. Conclui se tratar de um novo caminho, “que não se confunde nem com teatro nem com cinema, uma nova forma de expressão artística e dramatúrgica, que agrega elementos para essa grande arte que é a arte da interpretação”.


STORIES


Temporada: De 30 de Outubro a 15 de Novembro*


Horário: às 21h


Local: Youtube


Ingresso: Contribuição voluntária através de depósito bancário.


*Lives às sextas, sábados e domingos, às 21h nos perfis dos artistas do espetáculo.