Espetáculo "Microalucinações Amorosas" – Uma peça videoclipe é apresentado gratuitamente

Texto inédito de Amarildo Felix tem direção de Lavínia Pannunzio.

Uma mulher que decide desenhar a sua história. Uma Mulher que acorda e decide mudar de vida. Vai para o trabalho pedir demissão. Caminha não sabe para onde, mas caminha. Conhece pessoas novas, acaba em uma festa à fantasia, apaixona-se por um cara, mas não tem coragem de conversar com ele. A mulher imagina como seriam eles juntos – casam em sua imaginação. Depois de muitas brigas eles se separam. Ela se cansa de imaginar. Microalucinar a história. Volta para casa sozinha. Caminha... Tem uma ideia para uma história. Encontra o seu traço. O traçado segue e tudo flui.


Amarildo Felix traz para o público nessa dramaturgia aquela sensação de fragmentação com elos sutis, como se cada pequeno monólogo dito por cada uma das atrizes pudesse fazer parte de uma única cabeça, apesar de serem distintos. Ele oferece múltiplas formas de elaboração para uma mesma situação. E qual é essa situação?


O potencial de criação e recriação do ser humano, numa perspectiva feminina. Com essas cinco vozes femininas, o texto costura a metáfora daquele momento limítrofe da criação, em que uma decisão tomada, num lapso de segundo, muda para sempre a trajetória de nossas vidas.


Para a encenação desta dramaturgia fragmentada e muito feminina, Lavínia Pannunzio optou por um caminho que mergulha na linguagem de videoclipe, pensando nas novas interações digitais entre o artista e o espectador que consome produções audiovisuais on-line, principalmente em redes sociais como Instagram e TikTok. Mesclando teatro e audiovisual, a peça conta com criação visual do videoartista Flavio Barollo.


A trilha sonora assinada por Barulhista foi composta originalmente para o projeto pensando numa ambientação sonora cinematográfica, que tenha convergência com os efeitos visuais aplicados. A direção de arte é assinada por Antônio Vanfill, que elaborou figurinos e adereços de cena em um processo de criação remota com a equipe.


Essa é a segunda parceria da Caboclas Produções com o dramaturgo Amarildo Felix. A primeira foi em 2018 com o premiado espetáculo “O Desmonte”.


Sinopse do espetáculo.

Cinco vozes femininas em diferentes situações convergem as suas histórias para o mesmo caminho: o instante limítrofe da criação.


Ficha Técnica:

Direção: Lavínia Pannunzio

Dramaturgia: Amarildo Felix

Elenco: Cacá Fonseca, Francine Souza, Gabrielle Araújo, Julia Horta e Maria Helena Chira

Voz Off Malu: Tânia Viana

Direção de Arte: Antônio Vanfill

Design de Som e Trilha Sonora: Barulhista

Videoarte e Plataforma ao Vivo: Flávio Barollo

Direção de Produção: Gabrielle Araújo

Assistente de Produção: Mônica Vasconcellos

Arte e Fotografia: Letícia Godoy

Gestão de Mídias Sociais: Vox Baccai

Assessoria de Imprensa: Pombo Correio

Produção: Caboclas Produções

Correalização: MIS – Instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo

Realização: Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura, Governo do Estado de São Paulo por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa


MICROALUCINAÇÕES AMOROSAS

Temporada: Dias 27 e 28 de Março

Horário: às 13h, 16h, 19h e 21h30.

Ingresso: Gratuito

Local: Dia 27 pelo Youtube do MIS - Museu da Imagem e do Som

Dia 28 pelo Youtube da Caboclas Produções

Duração: 50 minutos

Classificação: 12 anos.