Espetáculo "E Ainda Assim se Levantar" faz temporada no Sesc Santo Amaro

Montagem da Cia Luna Lunera traz reflexões sobre lidar com a exaustão imposta pelo mundo contemporâneo

Foto: Divulgação


A Cia Luna Lunera traz para o palco do Sesc Santo Amaro o espetáculo "E Ainda Assim se Levantar", que cumpre temporada até março de 2022.


Na trama, um jovem rapaz, um homem maduro e uma mulher – interpretados por Anderson Luri, Cláudio Dias e Letícia Castilho – dividem-se entre o cansaço diante da vida e a necessidade de seguir adiante.


O Homem Jovem parece sempre estar no caminho certo, rumo ao sucesso, à realização. A Mulher não consegue identificar ao certo de onde vem o cansaço, cansada de ter que provar tudo o tempo todo. O Homem Maduro – artista, gay e ativista – sempre ia à frente, mas está cansado da luta, cansado dos golpes.


A ideia do espetáculo surgiu a partir do projeto "A Potência da Precariedade", realizado com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura. “Começamos a investigar aquelas situações em que não aguentamos mais. Momentos de extremo cansaço, quando você acha que dali não sai mais nada. Porém, eles também podem ser paradoxais, perigosos. Não se trata de um elogio a esses momentos, mas, ao mesmo tempo, conseguimos encontrar neles reações transformadoras e lutar com forças até então desconhecidas”, comenta a diretora.


Fotos: Divulgação


Integrantes da Cia. Luna Lunera se voltaram para os afetos que potencializam a vontade de viver – ou não. “São afetos que também parecem nos paralisar, nos bloquear. Criamos uma dramaturgia não linear, mas pensando em entender este momento que estamos vivendo agora. Na realidade, o espetáculo questiona como podemos nos erguer em situações de iminente esgotamento”, observa Isabela.


A ideia não é oferecer respostas prontas ou lição de moral. “Não é uma mensagem, mas a capacidade de afetar as pessoas, fazendo com que elas saiam do teatro com vontade de ação. Ao mesmo tempo, o espetáculo tem momentos duros, pois cada ator vai se aprofundando em questionamentos pesados”, explica Isabela Paes. O ator Cláudio Dias lembra que a sobrevivência, muitas vezes, passa pela valorização da alegria, no “respiro potente” do carnaval, por exemplo.


Foto: Divulgação


Sobre a Cia. de Teatro Luna Lunera

Desde a fundação, em 2001, a premiada Companhia Luna Lunera reúne oito trabalhos no repertório. A Cia. realizou mais de 1.000 apresentações de seus espetáculos por todo o território nacional e em países como Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, França, México, Panamá, Portugal, Uruguai e Venezuela, atingindo um público aproximado de 200 mil espectadores. O grupo compartilha, permanentemente, seus processos criativos por meio de debates e do Observatório de Criação, ministrando oficinas e o Curso In Cena, atuante na formação de uma diversidade de artistas da nova geração.


Ficha Técnica:

Direção: Isabela Paes

Dramaturgia: Marcos Coletta e Cia. Luna Lunera

Assistência de direção: Cláudio Dias

Atores/criadores: Anderson Luri, Cláudio Dias e Letícia Castilho

Figurino: Camila Moreno e Cia. Luna Lunera

Cenário: Ed Andrade e Cia. Luna Lunera

Criação de luz: Marina Arthuzzi e Jésus Lataliza

Vídeos do espetáculo: Fabiano Lana

Design: Rafael Maia

Fotografias: Carlos Hauck e Kika Antunes

Assessoria de Comunicação: Zé Walter Albinati

Produção Executiva: Cláudio Dias

Direção de Produção: Marcelo Souza e Silva e Isabela Paes

Produção: Cia. de Teatro Luna Lunera



E ANDA ASSIM SE LEVANTAR

Temporada: Até 06 de Março

Horário: Sextas, às 21h | Sábados, às 20h | Domingo, às 18h

Local: R. Amador Bueno, 505 - Santo Amaro

Ingressos: R$ 40,00 (inteira) | R$ 20,00 (meia e credencial plena) | Compre Aqui

Duração: 95 min

Classificação: 16 anos



Para ingressar nas unidades do Sesc no estado de São Paulo é necessário apresentar comprovante de vacinação contra Covid-19 (físico ou digital) e um documento com foto:


– Maiores de 12 anos devem apresentar o comprovante contendo as duas doses ou dose única da vacina.


– A partir de 08/02/22, crianças de 5 a 11 anos devem apresentar o comprovante evidenciando UMA dose (conforme calendário do município).


· É obrigatório o uso da máscara cobrindo boca e nariz.


· Para atividades com ingresso, será necessário apresentar o QR Code na entrada da atividade.