Espetáculo "Broderagem" realiza nova apresentação no Centro de Referência da Dança

Performance fala sobre amor e questões de raça, celebrando o afeto entre homens


Em "Broderagem" quatro homens, quatro personagens serão conduzidos à partir do seu encontro em um vestiário. Neste caminho, cada elemento vai ser tensionado a mostrar seus desejos, afetos e curiosidade, até chegar no limite do tesão.


Criado no meio da pandemia, o espetáculo é sobre o amor e a criação de possibilidades, partindo do questionamento sobre raça e sexualidade que atravessam a vida dos interpretes. A obra sugere outro olhar para as questões da masculinidade, celebrando o afeto entre os homens.


Com diversas linguagens de dança como o ballet, o jazz, a dança contemporânea e o funk, além de buscar um preparo a partir da linguagem teatral, esta obra trás um elenco onde cada um dentro de sua linguagem veio de lugares onde o protagonismo negro precisa de referências e incentivo.


Foto: Elenco de "Broderagem"


Tudo isso permeado pela temática da broderagem, um termo gay utilizado para descrever homens que se relacionam sexualmente com outros homens mas não se consideram gays, sendo questionada a partir da tensão, do afeto e do desejo


Esse é o primeiro espetáculo coletivo do Núcleo Vagal a tratar das questões de diversidade e masculinidade.


Dirigido por Alessandro Aguipe, o espetáculo foi premiado pelo edital de linguagens livres da Lei Aldir Blanc de São Bernardo do Campo.


Foto: Elenco de "Broderagem"


Ficha Técnica:

Direção: Alessandro Aguipe

Coreografias: Felipe Assunção e Gustavo Ambrósio

Perfomance: Alessandro Aguipe, Felipe Assunção, Gustavo Ambrósio e Wesley Peixinho

Produção: Núcleo Vagal

Realização: Prefeitura da Cidade de São Paulo e Secretaria Municipal da Cultura


BRODERAGEM

Data: Dia 28 de Abril

Horário: Quinta, às 19h

Local: Galeria Formosa Baixos do Viaduto do Chá s/n, Praça Ramos de Azevedo - Centro de São Paulo

Ingresso: Gratuito