Diogo Liberano realiza performance O Fogo e o Relato no Instagram

Criação do diretor-dramaturgo carioca é baseada em ensaio homônimo do filósofo italiano Giorgio Agamben.


Em tempos de isolamento social por conta da pandemia do novo coronavírus, a impossibilidade de fazer teatro se apresenta como um desafio para profissionais das artes cênicas. Como reagir a esse momento e manter viva a conexão com a prática teatral? É a partir da necessidade de reação e em afetação ao ensaio O fogo e o relato, do filósofo Giorgio Agamben, que Diogo Liberano deu início à sua mais recente criação artística no dia 24 de outubro de 2020.


O diretor-dramaturgo, que atualmente coordena o Núcleo de Dramaturgia Firjan SESI e o recém criado projeto pedagógico Platô – Pesquisa e Produção, voltado para estudos em arte e filosofia, buscou na relação entre o fogo (o mistério) e o relato (a literatura) a inspiração para a realização de um projeto ousado: O fogo e o relato conta com nove lives realizadas no perfil de Liberano no Instagram. Elas funcionam como um diário ao vivo de um processo criativo que acontece numa sala de ensaio imaginária, um pouco diferente das tantas salas já frequentadas pelo artista, fazendo uso da imaginação como a conexão mais real que é possível ter com o teatro neste momento.


“Sinto que estou numa espécie de luto. Como muitos artistas de teatro, eu estaria em sala de ensaio não fosse a necessidade do isolamento social. Inclusive, eu estava ensaiando uma nova peça quando a quarentena começou. Depois de alguns meses sem conseguir reagir, senti que era possível voltar a fazer teatro desde que eu buscasse me relacionar com algo que o teatro tem e que eu ainda poderia acessar. Esse algo é a imaginação, a matéria prima desta nova criação. Por isso, me conectarei com o fazer teatral imaginando um processo de teatro que acontece passo a passo”, explica Liberano.


Foto: Thaís Grechi


Em paralelo à realização dos relatos-live ao longo de nove sábados, de segunda a sexta-feira, a cada dia, digitalizações do diário de criação do diretor são postadas em seu perfil do Instagram. As anotações também são feitas nos encontros semanais na sala de ensaio imaginada. Para o performer, não se trata de um processo mentiroso, que finge acontecer. Nas palavras dele: “imaginar é um ato real, de fato acontece e pode acontecer, é uma ação que implica o nosso corpo e a nossa sensibilidade, que produz afetos e se faz existir.” De olhos fechados, trancado em seu apartamento, de segunda a sexta, Liberano permanece sentado por uma hora com um caderno à sua frente e um lápis em sua mão direita. É a partir desse jogo diário que as páginas do seu caderno anunciam uma nova peça de teatro que ainda não existe, mas que existirá ao fim de O fogo e o relato.


Esta criação mescla procedimentos da arte teatral, da dramaturgia e da arte da performance ao propor um acontecimento vivo e ao vivo num momento em que a proximidade dos corpos é considerada perigosa. Para tensionar o trabalho imaginativo com a imaginação viva de um processo teatral, durante a duração do projeto, Liberano, pouco a pouco, revela os artistas que participam dessa nova criação. Para ele, “imaginar o trabalho na sala de ensaio com artistas que realmente conheço, que admiro e com os quais gostaria de estar trabalhando, torna a imaginação ainda mais palpável: ouvirei suas vozes, verei seus corpos em movimento, conversarei com eles sobre assuntos diversos tal como conversaria se estivesse ao vivo com esses artistas.”


Além de Liberano, a equipe da peça teatral que será criada a partir da performance O fogo e o relato já conta com a dramaturga carioca Cecilia Ripoll, orientada por Liberano no Núcleo de Dramaturgia Firjan SESI e autora de Rose, texto indicado ao Prêmio Shell do Rio de Janeiro na categoria dramaturgia. Além de Ripoll, há ainda um elenco e demais integrantes da criação que serão revelados no decorrer de dois meses e poderão, inclusive, participar de um dos relatos-live aos sábados, como as atrizes Jojo Rodrigues, e Karla Muniz, que o acompanha na live do dia 21/11.


“A escolha por imaginar é a maneira mais honesta encontrada por mim para fazer teatro”, afirma o performer. No decorrer de todo O fogo e o relato, os relatos-live revelam o dia a dia na sala de ensaio, as descobertas e tortuosidades de um processo criativo e culminarão na criação de uma peça que realizará apresentações e terá alguma repercussão crítica. “Penso que esta performance pode ser um modo criativo de pensar criticamente o fazer teatral e as diversas relações éticas que ele movimenta”, finaliza.


Sobre Diogo Liberano

É diretor teatral, dramaturgo e professor graduado em Artes Cênicas: Direção Teatral pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena (PPGAC/UFRJ) e doutorando em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela Pontifícia Universidade Católica (PPGLCC/PUC-Rio). É professor da Faculdade CAL de Artes Cênicas, coordenador do Núcleo de Dramaturgia Firjan SESI e diretor artístico e de produção da companhia carioca Teatro Inominável, junto a qual é curador e diretor artístico da Mostra Hífen, mostra de artes da cena, desde 2012. Liberano dirigiu cerca de 30 espetáculos teatrais, fez curadorias de mostras e eventos artísticos e escreveu cerca de 40 dramaturgias, todas elas encenadas. Algumas delas, foram publicadas no Brasil pela editora Cobogó e outras foram traduzidas e/ou publicadas em espanhol, inglês e italiano. Por seu trabalho, foi indicado aos principais prêmios de teatro do Rio de Janeiro: Prêmio Shell, Cesgranrio, APTR e Questão de Crítica. Suas áreas de interesse misturam atuação e direção teatral, dramaturgia, performance, curadoria e ensino de artes cênicas.



Cronograma


Ensaios: de 26 de Outubro a 11 de Dezembro | de Segunda à Sexta-feira

Postagens: de 26 de Outubro a 11 de Dezembro | de Segunda à Sexta-feira às 17h

Estreia do espetáculo: Dia 11 de Dezembro

Temporada: de 11 a 20 de Dezembro de 2020 | De Sexta à Domingo, às 20h

Relato-live de encerramento: Dia 19 de dezembro | Sábado, às 16h


Como assistir?


Pelo perfil de Diogo Liberano no Instagram e em seu canal no Youtube.