Conheça os vencedores do 12º Cinefantasy - Festival Internacional de Cinema Fantástico

Filmes de 34 países dos cinco continentes participaram da premiação

Com a participação do ator Matheus Nachtergaele, o longa brasileiro Carro Rei ganhou cinco prêmios. Foto divulgação.


A atriz Clarissa Pinheiro apresentou a cerimônia de encerramento da premiação do 12º Cinefantasy - Festival Internacional de Cinema Fantástico, o principal do gênero no País.


O longa-metragem Carro Rei, de Renata Pinheiro, foi o grande vencedor da noite com cinco premiações. Ganhou como melhor filme, direção, juri popular e ator para Matheus Nachtergaele. O longa também foi o indicado brasileiro para disputar o Prêmio FANTLATAM - Alianza Latinoamericana de Festivales de Cine Fantástico - o Oscar do Cinema Fantástico.


De acordo com a diretora Monica Trigo, a 12ª edição do Festival Cinefantasy mostrou a força do audiovisual que este ano foi 100% construído por mulheres. A premiação também mostrou a potência feminina no cinema, dos 39 prêmios distribuídos, 22 foram conquistados por mulheres.


“Especialmente agora nesse momento no qual as mulheres do Afeganistão estão ameaçadas pelo Talibã e podem perder seus direitos à educação, ao trabalho, à liberdade de circulação e à vida. Essa edição foi um grito pela segurança e contra todas as formas de discriminação e abuso ”, salientou Monica, que também preside a FANTLATAM.


Confira abaixo os premiados da 12ª edição do Festival Cinefantasy.

MOSTRA COMPETITIVA DE LONGAS

FICÇÃO

Melhor Filme: Carro Rei, de Renata Pinheiro

Melhor Direção: Renata Pinheiro, pelo filme Carro Rei

Melhor Roteiro: Anna Mendelssohn e Thomas Marschall, pelo filme Criaturas Ordinárias

Melhor Atriz: Beatriz Spelzini, pelo filme Anomalia

Melhor Ator: Matheus Nachtergaele, pelo filme Carro Rei

PRÊMIOS ESPECIAIS DE LONGAS-METRAGENS

Indicado brasileiro ao Prêmio FANTLATAM: Carro Rei, de Renata Pinheiro

Prêmio DOT Cine: As Almas Que Dançam No Escuro, de Marco DeBrito

DOCUMENTÁRIO

Melhor Filme: Açucena, de Isaac Donato

Menção Honrosa: NuhuYãg Mu YõgHãm: Essa Terra é Nossa, de Isael Maxakali, Sueli Maxakali, Carolina Canguçu, Roberto Romero

"Inabitável", de Matheus Farias e Enock Carvalho | Foto divulgação

MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS


BRASIL FANTÁSTICO

Melhor Filme: O Verbo Se Fez Carne, de ZielKarapotó

Menção Honrosa: Kaapora, O Chamado das Matas, de Olinda Muniz Wanderley-Yawa

MULHERES FANTÁSTICAS

Melhor Filme: Chacal, de MarjaCalafange

Menção Honrosa: Uma de Super-Herois, de Chon López Solano

FANTÁSTICA DIVERSIDADE

Melhor Filme: Inabitável, de Matheus Farias e Enock Carvalho

Menção Honrosa: Fio De Ariadne, de Mozart Freire e Ton Martins

FANTASTIC BLACK POWER (Troféu Especial João Acaiabe)

Melhor Filme: Curai-Vos, de Clementino Junior

Menção Honrosa: Egum, de Yuri Costa

ESPANHA FANTASTICA

Melhor Filme: Roteiro, de Marco Leonato

Menção Honrosa: A Lua, Tomasico E Minha Avó, de ÁngelCaparrós

ANIMAÇÃO

Melhor Filme: Aurora – A Rua que Queria Ser Um Rio, de RadhiMeron

FANTASIA

Melhor Filme: Sou Um Vampiro, de Sofia Garza-Barba

FICÇÃO CIENTÍFICA

Melhor Filme: Algoritmo, de Thiago Forest

HORROR

Melhor Filme: Iskioma, de Kostas Gerampinis

Menção Honrosa: O Último Natal Do Universo, de David Muñoz e AdriánCardona

FANTASTEEN

Melhor Filme: Assombramitos, de ElizangêlaDasilva

PEQUENOS FANTÁSTICOS

Melhor Filme: Earthfall, de Simone Hooymans

ESTUDANTE

Melhor Filme: A Sentença, de Laura Coggiola

Menção Honrosa: Cenas da Infância, de Kimberly Palermo

AMADOR

Melhor Filme: Antiquíssimo, de Laura de Freitas

PRÊMIOS ESPECIAIS DE CURTAS-METRAGENS

Indicado brasileiro ao Prêmio FANTLATAM: Chacal, de MarjaCalafange

Prêmio TanuDistribuición: Chacal, de MarjaCalafange

Prêmio CTAv: O Verbo Se Fez Carne, de ZielKarapotó

Prêmio DOT: O Verbo Se Fez Carne, de ZielKarapotó

Prêmio AICpara o curta Amador: Antiquíssimo, de Laura de Freitas

Prêmio AICpara o curta Estudante: A Sentença, de Laura Coggiola

Prêmio Navega para o curta Amador: Antiquíssimo, de Laura de Freitas

Prêmio Navega para o curta Estudante: A Sentença, de Laura Coggiola

JURI POPULAR

Melhor Longa: Carro Rei, de Renata Pinheiro

Melhor Curta: Quando chegar a noite, pise devagar, de Gabriela Alcântara