Cia do Tijolo abre inscrições para oficina gratuita “Poesia como Procedimento para a Liberdade

A oficina busca inspirar atores, diretores, estudantes e profissionais das artes


Foto: Divulgação


A Cia do Tijolo realiza a “Oficina Poesia como Procedimento para a Liberdade”, no Espaço Cultural Lélia Abramo. Serão cinco encontros consecutivos, em formato presencial. A oficina tem como objetivo dividir as descobertas e os procedimentos com os quais a Cia. do Tijolo tem se deparado ao longo de anos de processos de criação, tendo como principais estímulos criativos a música (canção) e o poema.


“Qualquer poema é uma espécie de espanto que tentamos expressar em sons, ritmos, silêncios. A expressão de algo que é anterior à palavra. Trabalhar um poema, produzi-lo, dizê-lo, decorá-lo, incorporá-lo, fazê-lo seu, é parte de um exercício daquela musculatura interna que nos permite olhar para coisas comuns e corriqueiras com o mesmo fascínio com que uma criança vê o mar pela primeira vez”, comenta o grupo.


E é buscando inspirar os participantes para este olhar atento, que estranha o que é corriqueiro, admira o diferente e acaba por produzir o diverso, é que Rodrigo Mercadante e Karen Menatti, que coordenam a oficina, irão propor uma jornada de estudos e compartilhamentos, que abrirão possibilidades de pensar o impensado em vários âmbitos da vida.


Foto: Divulgação


Os participantes poderão se aventurar no exercício do espanto e do fascínio diante do mundo reinventado pelos versos de poemas de diferentes autores.


“Estudar um poema é tomar de empréstimo os olhos de um autor e se abismar com a pedra no meio do caminho. Dizer um poema de uma autora é emprestar sua voz, que é sopro vital, para dizer o mundo através de palavras totalmente novas. Encarnar um poema de alguém é aceitar o desafio de ver a vida uma outra vez pela primeira vez. É libertar-se de amarras e mergulhar na vastidão de outras possibilidades, que não apenas suas”, finaliza o grupo.


As ações fazem parte do projeto “A Cabeça Pensa onde os Pés Pisam - celebrando Paulo Freire no seu centenário” contemplado na 37ª Edição do Programa de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo.


Realização: Cia do Tijolo, Cooperativa Paulista de Teatro e Secretaria de Cultura da Cidade de São Paulo



OFICINA "POESIA COMO PROCEDIMENTO PARA A LIBERDADE"

Quando: De 14 a 18 de Junho

Horário: Terça à Sábado, das 18h às 22h

Local: Espaço Cultural Lélia Abramo - Rua Carlos Sampaio, 305 - Bela Vista

Inscrição: Clique aqui

Vagas: 20 (vinte)

Valor: Gratuito