Cantor Giovani Cidreira lança o single "Nebulosa"

A música faz parte do seu novo trabalho e é seguida da Websérie baseada na trajetória e álbum inédito



No dia 12 de maio, o cantor e compositor Giovani Cidreira, que vem com novos projetos e assina a nova fase como GIO, disponibiliza sua nova música “Nebulosa” em todas as plataformas de streaming - . A faixa, mais uma parceria do artista com o produtor Benke Ferraz (Boogarins) e sua conterrânea, a cantora Jadsa, abre caminho para o seu novo disco "Nebulosa Baby", acompanhado de um álbum visual, ambos lançados ainda neste primeiro semestre de 2021 pelo selo RISCO.


A música que, inicialmente, aparece como uma balada romântica é, como o nome sugere, uma nuvem densa de sentimentos, lirismo e beleza, em uma mistura única de pop romântico, ao estilo anos 90, com referências do R&B e do pagodão baiano. “Nebulosa” promete levar o ouvinte para uma noite fria e reflexiva, até ser assumida por Jadsa (voz) e Filipe Castro (percussão), em um momento que possibilita um teletransporte para um universo mais sensual, como o das festas de largo da cidade de Salvador (BA).


Além de mostrar o amadurecimento do imenso acervo de ideias, uso de samples e temas apresentados pelo artista nos trabalhos Mix$take (2019) e MANO*MAGO (2020), o single é a faixa que amplia os limites do disco se unindo a uma forma tradicional de canção, muito bem explorada em seu álbum de estreia Japanese Food (2017), construído de uma maneira menos lo-fi comparado aos recentes trabalhos do artista.



“Estou introspectivo, musicalmente mais desenvolvido e volto a abrir meu coração para falar abertamente sobre os fantasmas que me assombram: violências, amores perdidos e abuso de drogas. Retorno para deixar clara a minha preocupação e reflexão sobre mim e sobre o futuro de um mundo que cessa a vida de jovens, como eu, diariamente”, afirma GIO.


O lançamento da música inaugura uma série de eventos relacionados ao novo álbum ainda neste semestre. Entre as ações estão, além do disco, que conta com 13 faixas inéditas e é repleto de participações especiais, um álbum visual (curta metragem ficcional, dirigido em parceria com Og Cruz) e uma websérie documental, dirigida por Safira Moreira, que une os dois projetos e traz o processo de produção das ações anteriores conectada a ancestralidade periférica e nordestina do cantor.