"A Confissão de Leontina" faz nova temporada no Teatro Eva Herz

Conto de Lygia Fagundes Telles recebe adaptação para os palcos protagonizado pelo ator Márcio Trinchinatto

Foto: João Caldas Filho


A Confissão de Leontina é um conto no qual sua protagonista suplica por outra chance social. Faz uma retrospectiva de sua vida, de seus momentos de felicidade, de amores, das traições, dos instantes de solidão e das desilusões.


Reconhecendo-se mais uma habitante da grande cidade, sujeita às injustiças da vida, Leontina reconstitui o seu percurso, desde os tempos de infância em que vivia numa pacata povoação – Olho d’Água. Uma infância árdua e pobre que a obrigou a trabalhar desde pequena, mas mais feliz do que os tempos que se seguiram.


A autora busca, esteticamente, desnaturalizar o preconceito enraizado na sociedade, em que os mais fracos sofrem as consequências do dominador. Do início até o fim do conto ela faz súplicas, por isso que esse corpo se enquadra no conceito de Foucault de “corpo supliciado”.


Foto: João Caldas Filho


Uma das grandes marcas da obra de Lygia Fagundes Telles está presente na peça, que é a sua preocupação com as questões políticas e sociais de seu país, e ouvir a dor de Leontina passa a ser metáfora da dor e da beleza de ser brasileiro. Imortal da Academia Brasileira de Letras, ganhadora do Prêmio Jabuti em 1973 e Prêmio Camões em 2005, Lygia Fagundes Telles foi indicada ao Prêmio Nobel de Literatura de 2016.


O diretor Kleber Montanheiro trabalha com poucos itens de cenário e adereço, porém todos se transformando e assumindo várias funções, brincando com o que “nada é o que parece realmente”.


Sobre a volta do espetáculo, Marcio Trinchinatto comenta: “Foram dois anos de espera para uma nova temporada. Neste enorme período de confinamento silencioso e obscuro, vivenciamos o horror que nos mata em forma de vírus, poder e desamor. Aquilo que era uma vontade tornou-se necessidade: a obrigação de dar voz à Leontina, personagem invisível que sintetiza a ilustração do brasileiro vivendo à margem da vida. Um brasileiro que quase não é gente, mas conveniência.”



Ficha Técnica:

De: Lygia Fagundes Telles

Com: Marcio Trinchinatto

Direção e figurino: Kleber Montanheiro

Assistência de direção: Larissa Matheus

Luz: Rodrigo Oliveira

Fotos: João Caldas

Cenotécnico: Evandro Carretero

Costureira: Euda Alves de Souza

Divulgação: Pombo Correio Assessoria de Imprensa


A CONFISSÃO DE LEONTINA

Temporada: De 11 de Março até 29 de Abril

Horário: Sextas às 20h

Local: Avenida Paulista 2073 – Cerqueira César

Ingressos: R$ 50,00 | Compre aqui

Duração: 75 minutos