Apaixone-se por "Certos Rapazes"

O espetáculo conta a história de amor, com um grande segredo e muitas risadas.

Sucesso na temporada de Belo Horizonte, a montagem propõe uma reflexão sobre a busca da felicidade sem regras e tabus. De forma sensível, retrata o encontro amoroso casual entre dois homens e suas problemáticas. Os autores Luis Villefort e Júnior de Sousa falaram um pouco sobre o processo de criação do espetáculo:


Luis Villefort – Estamos nesse projeto desde 2014. Eu e o Junior somos amigos de longa data. Temos pensamentos muito parecidos e graças a essa comunhão de idéias e propósitos, a peça acabou ganhando vida á quatro mãos. O argumento conta uma história de amor da forma mais simples, como na realidade é o amor. No cotidiano, nas variáveis, nas dificuldades, nas curiosidades que estão presentes nas relações. A bandeira que a peça levanta é essa, o amor em si, que por acaso é entre dois homens, mas ela pode ser compartilhada com qualquer tipo de história romântica. É um prazer enorme ver esse trabalho agora em São Paulo. A aceitação do público foi uma grande surpresa. Porque quando a gente realiza um projeto, ele é cercado de carinho, mas não temos como saber a maneira que ele será recebido pela platéia. E a indicação ao Prêmio CENYM 2017 de Teatro Nacional na Categoria Melhor Texto Original, foi muito gratificante. Assim como os depoimentos que a gente recebe pelas redes sociais. Que o espetáculo tenha vida longa!

(da esquerda para direita) Os autores Luis Villefort e Júnior de Sousa

Júnior de Sousa – Como o Luiz falou anteriormente, é muito importante esse retorno do público. A gente percebe que eles estão recebendo a mensagem tão bonita que a peça quer passar, que é o amor acima de tudo. O amor entre dois seres humanos, independente de qualquer coisa. E lidar com questões como a aceitação da família, de amigos, da sociedade em geral, que atualmente parece que está caminhando inversamente. A intolerância está cada vez maior, infelizmente. Mas na nossa temporada em Minas Gerais, a resposta do público foi tão maravilhosa e nos surpreendeu também. E esperamos que o público de São Paulo também curta e goste bastante do espetáculo, embarcando conosco nessa linda e emocionante história.


Luis Villefort – Sem dúvida é mais que uma peça teatral, é um grito por respeito. A luta não pode parar. Quando a gente pensa que conquistou alguma coisa, se ventila uma regressão, então, é uma causa onde nós precisamos colaborar de todas as formas. No nosso dia a dia, na nossa consciência política e fazer também um manifesto através da artes.

A peça tem essa mensagem, acima de tudo, mais que um entretenimento , as pessoas saem motivadas a “comprar” essa briga pelo amor e pelo respeito.

Eles falaram também do entrosamento da equipe.


Luis Villefort – O Hugo (Caramello) e o Rafa (Braga) dão vida aos personagens de uma forma tão graciosa! É impressionante como as coisas se encaixam quando tem que dar certo. A gente escreveu os perfis dos personagens, seus trejeitos e tudo mais. E eles, juntamente com o Mauricio (Canguçu, diretor) que é uma pessoa extremamente sensível, tiveram um entrosamento perfeito. Com uma direção que quando você vai assistir parece uma pintura. É uma equipe de amigos e eu acho isso muito legal. Criamos um vínculo afetivo muito forte e isso vem para o palco. O público acaba percebendo durante a apresentação.


Júnior de Sousa – Com certeza. O público acaba se sentindo íntimos dos personagens.

Se sentem muito confortáveis durante o espetáculo. Talvez seja por isso que muita gente se emociona e se diverte. Tem sido muito gostoso. É uma sensação de dever cumprido.

(da esquerda para direita) Luis Villefort , o diretor Maurício Canguçu e Júnior de Sousa

“CERTOS RAPAZES – O NOSSO AMOR À GENTE INVENTA”

Autores: Júnior de Sousa e Luís Villefort Direção: Maurício Canguçu Elenco: Hugo Caramello e Rafael Braga Atriz em vídeo: Nilmara Gomes Preparação de atores: Diorcélio Antônio Cenografia: Marcelo Ricco Figurinos: Tomás Ceia Iluminação: Thiago Felipe Seleção musical: Júnior de Sousa e Maurício Canguçu Assistente de Produção: Jai Baptista Produção executiva: Daniel Lima Assessoria de imprensa: Davi Brandão Direção Geral: Rolider Carlyle

Serviço Teatro Ruth Escobar Rua dos Ingleses, 209 - Bela Vista Horários: Sábados às 19:00 Ingressos: R$ 50,00 (inteira) e R$ 25,00 (meia) Classificação: 16 anos Temporada: de 05 a 26 de Maio

Siga nosso Instagram e curta a nossa página no Facebook.