Novas web series discutem temas importantes para a comunidade LGBT


A primeira delas vai ao ar no dia 01 e não é coincidência. Trata-se de “+Próximos”, uma produção independente dos cineastas santistas Luis Fabiano Teixeira e Tiago Cardoso, que abordará a soropositividade.

A história gira em torno de Daniel, um professor universitário que conhece o enfermeiro Antônio. Os dois logo se apaixonam, até Daniel revelar ser soropositivo. Karina, amiga de Antônio e que divide o apartamento com Daniel é quem consola o colega de quarto, tentando ajudá-lo a superar a solidão e o preconceito.

A série também vai tratar as questões de afeto, amizade e auto-estima.

Infelizmente, falar sobre HIV ainda parece ser um tabu na nossa sociedade, por isso a importância em divulgar trabalhos como este.

Acompanhe nas redes: Facebook e Instagram.

Onde ver: https://www.youtube.com/produtoramardeideias

Lançamento: 01 de Dezembro

Produção: Juh Ferraz, Luis Fabiano Teixeira, Tiago Cardoso

Elenco: Luiz Onofre, Renato Almeida e Suellen Gonçalves

Já “Nosso Dias no Céu”, estréia no dia 03 de dezembro.

Nova produção do Projeto Cais terá a depressão e o suicídio como temas centrais. Mas também vai abordar outros assuntos, como o preconceito contra os gays afeminados, como a personagem Lima Flor, que reúne em sua casa gays que já foram vítimas de agressão, ajudando a enfrentar o preconceito com dignidade.

Também será retratado na série as relações abusivas, como no caso dos personagens Felício, que é casado com Otávio. O empresário nem imagina que o companheiro o traí com contatos de aplicativo além de humilhar o empregado da casa, Renan.

O coletivo já tem outras séries produzidas com temas pertinentes ao mundo LGBT como Divando (que mostra o mundo das Drag Queens) e Positivos (que aborda também a soropositividade).

Acompanhe nas redes: Facebook e Instagram.

Canal: https://www.youtube.com/proejtocais

Lançamento: 03 de dezembro

Produção: Coletivo Cais

Elenco: Carol Franklin, Enrique Henríquez, Filipe Monteiro, Guilherme Monteiro, Henrique Galmacci, Luis Plasmo, Pedro Quevedo e Victor Cecilio